Porque tu vives em Ignorancia XL... <body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10031452\x26blogName\x3dIgNoRaNcIa+XL\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://ignoranciaxl.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://ignoranciaxl.blogspot.com/\x26vt\x3d4393368035857390001', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

quarta-feira, outubro 19, 2005

O despertador a tocar
Mais um dia de trabalho são horas de levantar
Olho para as horas, afinal estou adiantado
Ainda bem assim fico mais um pouco deitado
Acordo a princesa ao meu lado
Penso em pecado
Debaixo dos lençois começo o dia cansado
O bem eu tento seguir
Deram chuva pra hoje
Mas vejo o sol a sorrir
Não apanho trânsito
O carro rola na boa
Nem parece que estou a conduzir em plena Lisboa
Oiço um som dos que eu gosto a passar numa FM
Ponho o rádio mais alto
E o bólide quase que treme
Quando chego ao job para arrumar é uma ganda canseira
Mas hoje n sei komo estacionei á primeira
Vou ao café para comer uma bola de berlim
Ainda bem que há dias assim...

Refrão:
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vybe e nada me corre mal
Ainda bem que há dias assim...
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vybe e nada me corre mal
Devia haver mais dias assim...

Sinto-me inspirado
Hoje é um daqueles dias
Vou pôr em prática todas a minhas teorias
A letra que fiz ontem
Hoje parece ek soa melhor
Ouvi-a tantas vezes quaze ja a sei de cor
Estou no job a "jobbar"
Nem sinto o tempo a passar
Até o Gutto dizer que ja são horas d'almoçar
Frango no churrasco está pronto a sair
Sim, mando vir traga pão e manteiga para abrir
Sinto a cola a deslizar bem fresquinha
Dou os meus parabéns a quem estiver na cozinha
Para fechar mousse de chocolate é sobremesa
De repente na porta vejo entrar uma beleza
Senta-se á minha frente e começa a rir á toa
Enquanto o AC pensa (esta dama é muita boa)
Levanto-me e ela sempre a sorrir para mim
Ainda bem que há dias assim...

Refrão:
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vybe e nada me corre mal
Ainda bem que há dias assim...
Apesar de ser apenas mais um dia normal
E não ter acontecido nada de especial
Hoje sinto a boa vybe e nada me corre mal
Devia haver mais dias assim...

A noite caíu
Vou-me embora já são 7
Vou passar no Colombo
P'ra ver se compro uma sweat
40 euros, promoção compro o que era quase 100
Experimento, a empregada diz que fica muito bem
Obrigado, para além de bonita és simpática
Gostei da tua táctica
Vejo que já tens prática
Vou ao video-clube alugar um filme de rir
Sabes dalguma comédia que me possas sugerir?
Levo comida chinesa p'ró jantar
Gelado para acompanhar, agora só quero chegar
Saio do carro, uma agradável visão
Estendo a mão, apanho uma nota de 10 que estava no chão
Acontece...
Depois do jantar, da louça lavada
Pus o vídeo no play foi rir á gargalhada
Só fomos dormir quando o filme chegou ao fim
Devia haver mais dias assim...



sábado, outubro 01, 2005

Hoje,dia um de Outubro primeiro sabado do mes , realizou-se em Guimarães a já usual Feira do entulho...
Para muitos dos vimaranenses esta feira deve ser até desconhecida pois realiza-se sempre no 1º Sábado de cada mês de manha na Praça Santiago e no Largo da Oliveira. Pela primeira vez surgiu-me a ideia de ir ganhar uns trocos a vender coisas que tinha em casa e que já nao usava ou que nao serviam para nada. Decidi acordar as 5 e meia para ir para a Oliveira montar a minha "tenda" com o meu material. Acordei e fui à janela e olhei para a rua,não se via sequer sinal da presença humana e o dia estava longe de nascer. O ceu estava escuro como breu e só as estrelas e os lampiões da rua davam alguma luz a toda a cidade. Fiz-me ao caminho para ir ter com a minha "sócia" de negócio e até chegar a oliveira não vi mais de 5 pessoas,todas elas a descarregarem material para lojas.Quando vou eu todo contente a chegar à Praça de Santiago deparo-me com uma situação que me deixou boqueaberto.O largo estava repleto de pessoas, cheio de "tendas" com material usado para vender.Não havia um unico metro quadrado para pousar o que quer que fosse que tenciona-se vender.Dirigi-me então para o largo da Oliveira que supostamente seria um lugar menos movimentado e ocupado mas fico de novo chocado... estava este tambem completamente cheio... centenas de pessoas a vender as quinquilharias que tinham em suas casas. Fui andando até encontrar um espacinho num passeio perto do museu Alberto Sampaio.Instalei as minhas tralhas e deixei-me estar por la a ver como corria o negocio. Nada mau mesmo. A vender "tralha" fazer 20 euros em menos de hora e meio nao é nada mau mesmo. Perto das 8 da manha chega a Policia e decide mandar todas as pessoas que tinham tendas montadas nos passeios da rua já fora do largo da oliveira arrumarem as suas tralhas ou a carrinha da Policia "trataria de arrumar as nossas tralhas" como o próprio policia disse.
E assim foi,com 20 euros a mais no bolso e com algumas horas de sono a menos lá me fui eu embora de volta a casa para voltar a por o sono em dia...
Uma manha diferente que será repetida se pessovel,mas da proxima nao acordo ás 5 e meia,o mais certo é mesmo ir de saco cama para a Oliveira e ficar por la...

Adicionar aos favoritos