Porque tu vives em Ignorancia XL... <body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d10031452\x26blogName\x3dIgNoRaNcIa+XL\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://ignoranciaxl.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://ignoranciaxl.blogspot.com/\x26vt\x3d4393368035857390001', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

domingo, maio 29, 2005


“Cuidem bem do vosso amor seja ele quem for…”

Namorei durante três anos. Quando a conheci ambos tínhamos 17 anos.Nos três primeiros meses corria td ás mil maravilhas. Depois tornou-se um inferno. Ela era muito ciumenta, começou a dar escandalos. Brigava por motivos fúteis. O problema era que eu amava-a muito. Fazia de tudo por ela, achando que um dia tudo iria mudar (que ingenuidade). Terminamos e voltamos por várias vezes. Chegou um ponto que brigávamos por qualquer motivo. Decidimos realmente que não iria mais dar certo e terminamos definitivamente. Eu fiquei muito mal em casa, não tinha vontade de sair, não conseguia dormir. Passaram-se sete dias, não aguentei e liguei para a casa dela. No meio da conversa ela disse que tinha saído com um gaijo e que curtiu com ele e ainda teve a falsidade de dizer que tinha sido para me esquecer. Nunca irei esquecer aquele momento ao telefone. Parecia que alguém tinha espetado uma faca no meu coração, contive as lágrimas ao telefone e mantive a voz , serena, falei que não havia crise e que nunca mais iria procura-la. Desliguei o telefone dirigi-me ao quarto, parecia que mais nada nesta vida tinha sentido, não consegui dormir naquela noite. Os dias foram passando e a dor só piorava. O meu rendimento no trabalho caiu muito, eu não me importava com nada. Ao chegar a casa tinha vontade de ligar, mas o meu orgulho não deixava. Quando ia dormir rezava muito para esquecer aquele amor que só me dava tristeza. Não adiantava. Os quinze primeiros dias foram terríveis. Mas depois o coração foi-se adaptando. Consegui deixar as emoções de lado e comecei a pensar nos factos, fui assimilando melhor e tudo foi passando. Até voltar ao normal, claro, quem não tem recaída de pensamentos pela EX? Isso é normal. Depois de três meses, adivinha quem me ligou?! Era ela! O meu coração bateu mais forte, tinha sido apanhado de surpresa, passaram mil coisas na cabeça em fracções de segundo tive vontade de chorar e rir ao mesmo tempo. Voltei a realidade, sem nenhuma empolgação, a minha voz ficou serena, conversei normalmente mas nada de intimidades , estava a ser seco. A certo momento ela pede para conversar comigo pessoalmente, porque ainda me amava. Meus olhos encheram-se de lágrimas, o meu coração sabia que eu ia sofrer então do nada comecei a cantar a seguinte música: "Cuide bem do seu amor, seja quem for..." Ela começou a chorar no telefone. Comecei então a chorar ao telefone mas continuei a cantar e a escuta-la suplicando e pedindo para voltar pois ela sabia que tinha errado muito e que tinha perdido a pessoa que mais a valorizava .O meu coração não teve outra saída a não ser desligar o telefone na cara dela. Decidi então naquele mesmo dia tirar umas férias. Dois dias depois estava na praia sozinho sentado na areia e a olhar as ondas. Era um final de tarde, aquilo tudo era tão bom estava-me a sentir muito bem. Quando toca o telemóvel, era aminha mãe a dizer que a minha EX tinha sido encontrada morta, suícidio. Ao lado dela foi encontrada uma carta onde dizia: "Pai e Mãe, eu amo-vos muito , não fiquem triste por mim, pois a vida já não tem sentido. Eu tive a pessoa mais importante no mundo nas minhas mãos e deixei-a escapar. Eu amo-o e amá-lo-ei eternamente, sei que ele não quer ficar mais comigo. Calma mãe , calma pai, não fiquem zangados com ele. Eu sou a culpada eu tratava-o como se fosse um qualquer. Quando terminamos descobri que ele era tudo para mim. Tenho um recado e quero que vocês o passem para todos os jovens do mundo:
"CUIDE BEM DO SEU AMOR, SEJA QUEM FOR..."

Anjos existem, mas algumas vezes não possuem asas e podemos chamá-los de amigos.


quinta-feira, maio 26, 2005



Às vezes na vida econtramo-nos em situações nas quais temos que fazer as nossas escolhas. Por vezes as escolhas são complicadas mas tambem qual o interesse da vida se tudo fosse facil? Nessas situações temos que ser fortes e ver o caminho que realmente nos interessa e esquecer o outro. Quem tem medo de escolher a estrada errada nunca chegará a uma conclusão. Porque ter duvidadas se uma estrada poderia ser melhor do que a outra se a que escolhemos nos faz feliz? Porque andar com duvidas de se não seria melhor ter aquilo...nao seria melhor ter ido por ali?
A insegurança so piora as coisas. Se sabemos que um caminho nos vai fazer feliz e que ao segui-lo não ficaremos sozinhos porque arriscar pelo outro caminho sobre o qual nao temos quaisquer certezas? Há que ser forte e não fracassar proque a incerteza pode levar ao desaparecimento das duas estradas... Fora em certos casos em que os caminhos nao se enchem e esperam por nós. Imaginemos que no fim de cada uma das duas estradas está um prémio e que a nossa duvida é qual deles escolher. Um sabemos que é bom e que nos faz feliz,mas fica sempre aquela coisa do misterio e da curiosidade em relação ao outro premio. Valerá a pena ter tantas duvidas?valerá a pena estragar tudo por um premio que nem sabemos se existe? Não será melhor sermos firmes e tomarmos as nossas decisões a tempo e horas?
Sinceramente acho que sim...
Se tem duvidas do caminho que hao-de seguir....
DECIDAM-SE!!!

terça-feira, maio 24, 2005



Quem quer que sejas, onde quer que estejas
Diz-me se, é este o mundo que desejas?
Homens rezam acreditam, morrem por ti
Dizem que tás em todo o lado, mas não sei se já te vi
Vejo tanta dor no mundo, pergunto-me se existes
Onde está a tua alegria, neste mundo de homens tristes?
Se ensinas o bem, porque é que somos maus por natureza?
Se tudo podes, porque é que não pões comida à minha mesa?
Perdoa-me as dúvidas, tenho que perguntar
Sou o teu filho e tu me amas, porque é que me fazes chorar?
Ninguém tem a verdade, o que sabemos são palpites
Sangue é derramado, em teu nome é porque o permites
Se me deste olhos, porque é que não vejo nada?
Se sou feito à tua imagem, porque é que eu durmo na calçada?
Será que pedir a paz entre os Homens, é pedir demais?
Porque é que sou discriminado, se somos todos iguais?
Porquê?
 
Porque é que os Homens se comportam como irracionais?
Porque é que guerras doenças matam cada vez mais?
Porque é que a paz não passa de ilusão?
Como pode o Homem amar com armas na mão?
Porquê?
Peço perdão pelas perguntas que tem que ser feitas
E se eu escolher o meu caminho será que me aceitas?
Quem és tu? Onde estás? O que fazes? Não sei
Eu acredito é na paz e no amor
 
Por favor, não deixes o mal entrar no meu coração
Dou por mim a chamar o teu nome, em horas de aflição
Mas, tens tantos nomes, és Rei de tantos tronos
Se o Homem nasce livre, porque é que alguns são donos?
Quem inventou o ódio? Quem foi que inventou a guerra?
Às vezes acho que o inferno, é um lugar aqui na Terra
Não deixes crianças, sofrer pelos adultos
Os pecados são os mesmos, o que muda são os cultos
Dizem que ensinaste o Homem a fazer o bem
Mas no livro que escreveste, cada um só lê o que lhe convém
Passo noites em branco, quase sem dormir a pensar
Tantas perguntas, tanta coisa por explicar
Interrogo-me, penso no destino que me deste
E tudo o que me acontece, é porque Tu assim quiseste
Porque é que me pões de luto e me levas quem eu amo?
Será que é essa a justa pela qual eu tanto reclamo?
Será que só percebemos quando chegar a nossa altura?
Se calhar desse lado está a felicidade mais pura
Mas se nada fiz, nada tenho a temer
A morte não me assusta, o que assusta é a forma de morrer
 
Quanto mais tento aprender, mais sei que nada sei
Quanto mais chamo o teu nome, menos entendo o que chamei
Por mais respostas que tenha, a dúvida é maior
Quero aprender com os meus defeitos, acordar um homem melhor
Respeito o meu próximo, para que ele me respeite a mim
Penso na origem de tudo, e penso como será o fim
A morte é o fim ou é um novo amanhecer?
Se é começar outra vez, então já posso morrer

sábado, maio 21, 2005



Poucos dias depois de este Blog ter sido fundado foi feita referencia à pessoa que já há bastante tempo é a minha melhor amiga e que a uma determinada altura se tornou mais do que isso. Uma pessoa que fez faz e sempre fará parte de mim. Como amigos sempre foi tudo perfeito. Como mais do que isso foi como com toda a gente, uma tripe aqui e outra acolá. Por vezes as pessoas são destinadas a ser uma coisa e aprendem o seu lugar com o tempo. Com ela ou sem ela o que é certo é que a amo. Estando tudo bem ou com problemas o amor não muda. Este post foi feito apenas com o propósito de dizer a essa pessoa o quão importante é para mim e que estejamos juntos ou não que será sempre a minha melhor amiga e que por pior que tenhamos feito um ao outro nada nem ninguém vai fazer com que olhe para ela com um olhar diferente. Antes de ser namorado sou amigo e antes de amar adoro.

Com altos e baixos, com brigas e lágrimas pelo meio tudo se resolve e sendo nós amigos que somos o que devemos querer um para o outro é que o outro seja feliz independentemente de ser um com o outro ou com outra pessoa.

Amo-te, em todos os sentidos da palavra …


sexta-feira, maio 20, 2005



Luz da vida... de que cor será?
Vivemos por causa da luz sol mas qual o interesse de viver com a luz do sol se nao existir uma luz que dê sentido á nossa vida? Porque lutar e ficar firme numa vida onde quanto mais limpida parece a luz mais distantes da realidade estamos. Porquê dar tudo pelas coisas e pelas pessoas se o esforço feito nao é valorizado? Andamos aqui por algum motivo e toda a gente tem os seus objectivos mas e se formos a pensar bem o nosso fim é sempre o mesmo,morrer. Acabamos todos num buraco sem luz, escuro sem ninguem.
Onde fica o amor depois da morte?
Onde fica a fortuna que juntamos durante uma vida de trabalho duro?
Onde ficam as coisas pelas quais trabalhamos ao longo da vida?
Onde está aquela luz que sempre vimos ao fim do tunel durante a vida?
Onde está tudo?
Amigos? serão eles os unicos seres eternos?
Sim,para mim sao esses os unicos seres que são eternos.Aqui ou num buraco se a amizade for verdadeira estaremos sempre na sua mente.Sempre nos seus coraçoes. Sendo assim porquê lutar por um amor que quando morrermos arranja outro para nos substituir? porquê trabalhar para juntar uma fortuna que vai por os familiares em conflito para ver qual deles fica com mais? Porquê lutar por bens e feitos que vao ficar esquecidos no bau de todos?
Os unicos que nos tiram do escuro sao mesmo e unicamente os amigos.
Com isto a unica conclusão a que chego é porque nao aproveitar a vida ao maximo e ser a melhor pessoa possivel para os outros para que nem depois da morte o nosso nome seja esquecido. Não são os heros que sao eternos.Esses são lembrados como um estranho que fez uma coisa importante mas nao passa de uma figura numa pagina dum livro. Um amigo vai muito para alem de uma imagem .
Um amigo vai para além de tudo...

domingo, maio 08, 2005


Quando o amor se torna veneno e quando a vida muda a semente do homem é regada pela chuva!

Adicionar aos favoritos